quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

Algmas exposições interessantes...

Na Caixa Econômica da Almirante Barroso, tem uma exposição muito interessante com releituras da obra de Portinari. São tapetes com texturas, tramas e cores variadas. Está muito boa ! Também, pode-se ver a exposição de Zaluar que é uma retrospectiva do seu trabalho. Além das muitas outras opções que o centro cultural oferece.
Já, na Caixa Econômica da Av. Chile, tem uma exposição sobre a Arte Decco no Rio de Janeiro. Ela é uma prévia de um evento internacional que irá ocorrer em agosto de 2011 no Brasil.

No Museu de Belas Artes temos uma retrospectiva de Ferreira Gullar que faz 80 anos. Alex Fleming apresenta, lá, também, seus trabalhos de mapas do Brasil com pedras.

domingo, 19 de dezembro de 2010

Pinacoteca Universitária abriu inscrições para 2011

O Edital e a ficha de inscrição, estão no site da Pinacoteca ( www.ufal.br/pinacoteca ) e da Pró-Reitoria de Extensão (Proex) ( www.ufal.edu.br/portal/extensao ). Para mais informações:

Pinacoteca Universitária
Espaço Cultural Salomão de Barros Lima - Praça Visconde de Sinimbu, 206, 1º andar, Centro, Maceió/AL - CEP: 57020-720
Prazo para postagem das inscrições: 31/01/11
Site: www.ufal.br/pinacoteca
E-mail: pinaufal@gmail.com
Fone/fax: (82) 3221-7230
Fonte:http://www.alagoas24horas.com.br/

inscrições para exposições 2011 do Marco

As inscrições para exposições 2011 do Museu de Arte Contemporânea de MS estão abertas.
O Museu de Mato Grosso do Sul receberá propostas até 31 de janeiro de 2011. O regulamento de seleção esrá disponível no site www.fundacaodecultura.ms.gov.br.Os portfólios deverão ser enviados para a rua Antonio Maria Coelho, 6000, Parque das Nações Indígenas, CEP 79021-170, Campo Grande – MS. O resultado será divulgado no site em fevereiro de 2011. Outras informações pelo telefone (67) 3326-7449, de terça-feira à sexta-feira, das 13h às 17h.

quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

Exposição: Elos da Lusofonia arte ancestral e tradicional

A exposição "Elos da Lusofonia arte ancestral e tradicional" do Museu histórico Nacional (RJ) com artistas de Angola, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, São Tomé e Principe e, Timor Leste ficou muito interessante. Faltou, no entanto, maior divulgação. Fez um paralelo da arte "popular" com a arte "contemporânea" o que torna o tema africanidade ainda mais interessante.

Lembrou-me, bastante, a exposição do Pavilhão das culturas Brasileiras no Parque Ibirapuera. Nesta, época (julho de 2010), estavam, também, com a exposição "Tranfer" que misturou arte urbana com contemporânea. Estavam maravilhosas!

Bienal de arte de SP

Terminou o período de exposição da Bienal de 2010. Foi, realmente, muito ousada. Tiveram muito cuidado com tudo, desde a escolha de um curador da área de educação, cursos, visitas guiadas, material didático, etc. Apesar de todas as críticas que se poderia fazer, teve uma relevância, como talvez nunca antes tenha tido, tanto no campo artístico como no campo da educação. Muito se discutiu, se falou, se expôs, se apresentou, se divulgou... Enfim muito foi feito. Fiquei gratificada por ter participado de cursos e visitas a Bienal, de ter levado um pouco disso tudo para dentro e fora da sala de aula. E, de ter sido influenciada e, quem sabe, até ter influenciado alguém com o que vi e experimentei.

sexta-feira, 10 de dezembro de 2010

A exposição de 20 anos de José Bechara no MAM do RJ está linda! Ele usa como tinta a oxidação dos metais como bronze, ferro, etc. É muito interessante. Além das pinturas, a exposição apresenta esculturas.

Saudades...

"Saudade eu tenho da candura, da lealdade,Do sentimento elevado que se via,Saudade das mãos dadas, da sobriedade,Do andar calmo que o mundo nos oferecia!..." Izabel Sadalla Grispino